segunda-feira, fevereiro 06, 2012

Putin diz que NATO é completamente desnecessária

O primeiro-ministro e candidato a Presidente da Rússia, Vladimir Putin, considerou hoje que a NATO não serve para nada e, por isso, não vale a pena trocar a sua dissolução pela concessão de apoio à UE.
A proposta de trocar a dissolução da NATO por ajuda russa à União Europeia foi feita por Vladimir Jirinovski, candidato nacionalista ao cargo de Presidente da Rússia nas eleições de 04 de março.
“Vladimir Volfovitch [Jirinovski] propõe a prestação de ajuda à União Europeia? Mas porque razões? São países ricos, mais ricos do que nós”, declarou ele num encontro com politólogos russos.
Quanto à proposta de dissolução da NATO, Putin acrescentou: “Penso que isso não é uma exigência realista, embora seja correta. Porque ninguém precisa do bloco da NATO, trata-se de um rudimento da guerra frio. Vladimir Volfovitch é muito inteligente”.
No mesmo encontro, o primeiro-ministro russo defendeu que no seu país não há presos políticos.
“Não compreendo bem o que se entende por amnistia política. Penso que no nosso país não há presos políticos, graças a Deus. Embora falam disso, mas sem citar nomes. Que mostre pelo menos uma pessoa que esta preso por motivos políticos”, acrescentou.
A libertação dos presos políticos foi uma das principais exigências expressas pela oposição no comício do sábado passado em Moscovo, que reuniu dezenas de milhar de pessoas.
Os dirigentes da oposição afirmaram que na Rússia há mais de 30 presos políticos e prometeram entregar a lista no Kremlin durante esta semana.
Nessa lista, os mais conhecidos são Mikhail Khodorkovski e Platon Lebedev, empresários que estão a cumprir penas de prisão por “evasão fiscal” e “branqueamento de capitais”.
Putin frisou uma vez mais que poderá recrutar especialistas de outros setores políticos para o futuro Governo russo, mas recusou qualquer coligação.
“Já disse que não excluímos chamar para o Governo pessoas de diferentes opiniões políticas. O importante é que sejam profissionais. Mas isso não será um governo de coligação no sentido clássico dessa palavra”, concluiu.
Este encontro decorreu no quadro da campanha eleitoral para as presidenciais na Rússia, marcadas para 04 de março.

17 comentários:

FAB-1980 disse...

A NATO é uma organização ocidental que serve aos interesses americanos.E o principal interesse americano é que não haja nenhuma ideologia política no seu caminho que trabalhe contra seus princípios imperialistas.

A NATO distitue governos á força, e a principal motivo da existência desta organização é a desintegração federal do território russo.

Eles querem fazer com a Rússia o que fizeram com a Iuguslávia. Quando a Rússia se desintegrar e se transformar em 130 países novos, então a NATO irá focar na China. E irá fazer o mesmo com este país.

Só existem 4 aliados russos: o seu exército, sua marinha, sua força-aérea e suas ogivas nucleares!!!

PEDRO disse...

É obvio que a chamada oposição Russa, alguma dela é apenas para enfeitar. É controlada pelo regime politico actual. Não duvido minimamente disso.
Essa do Jirinovsky e de rir.

Mas há um problema. Se a democracia Russa fosse séria ficaria em desvantagem contra democracias falaciosas dos EUA e da UE.

Por vezes tem de combater o mal com o mal, embora nos custe.

Meus caros, democracia?

Só na Grécia antiga. Nunca mais existiu em lado algum.

Anónimo disse...

Só será desnecessária no dia que a Rússia abrir mão do seu arsenal nuclear e se tornar um país mais colaborador com o Ocidente. Aí sim, a Otan poderá se tornar descenecessária ou então a Rússia vir se tornar um membro efetivo dela.

PEDRO disse...

"um país mais colaborador com o Ocidente"

Isto significa de forma simples que a Rússia entregue a exploração do petróleo, do Gás, dos minerais e outras matérias primas a corporações Anglo-Saxonicas e Francesas. Mais nada.

Quanto á NATO, esta é simplesmente uma máquina de matar.

PEDRO disse...

"um país mais colaborador com o Ocidente"

Isto significa de forma simples que a Rússia entregue a exploração do petróleo, do Gás, dos minerais e outras matérias primas a corporações Anglo-Saxonicas e Francesas. Mais nada.

Quanto á NATO, esta é simplesmente uma máquina de matar.

Anónimo disse...

A unica função da NATO, atualmente, é atacar nações fracas e estabelcer a usurpação de recursos naturais e a instauração de governos fantoches, favoráveis aos intereses europeus e estadunidenses.

Wandard disse...

Brilhante,

Acho que a Russia pode desistir do seu arsenal nuclear, assim que o fizerem EUA, Inglaterra, França, China, Índia, Paquistão, Israel.......... E claro o posicionamento antagonista da Rússia pode mudar assim que EUA e aliados deixarem de se meter nos assuntos dos outros e a Otan deixar de existir, extinguindo assim a ajuda humanitária que mata civis e invade nações soberanas.

Mauro disse...

Dr. Milhazes.

Você que anda muito bem informado sobre a Rúsia que crédito dá à noticia de que Putin emitiu um mandato de detenção contra o George Soros.

http://www.northeastshooters.com/vbulletin/threads/152526-Russia-and-Putin-issue-arrest-warrant-for-George-Soros

Espero que seja verdade.

Europeísta disse...

Israel? Israel tem um arsenal nuclear é? Não sabia...

O mais gozados de tudo isso é que vcs estão torcendo pra que a Rússia se arme contra o país de vcs. Vcs querem que ela aponte arma contra o país de vcs tb. Sim, pq Portugal tb é Nato, tb é Ocidente... se vcs acham que a Rússia deve atacar o Ocidente isso inclui vcs tb (com exceção dos brasileiros)! Como podem ser tão iditas?!

Jose Milhazes disse...

Caro Mauro, desconheço essa notícia e acho que não tem qualquer fundamento.

Wandard disse...

Incrível,

Será que só os europeus não sabem que Israel possui armas nucleares.

piada.

Mauro disse...

Obrigado Dr. MIlhazes.

Mas este site diz o mesmo, e o alterinfo não costuma falhar, é um site de informação precisa.

http://www.alterinfo.net/Poutine-a-lance-un-mandat-international-contre-G-Soros-pour-terrorisme-international_a70988.html

Pippo disse...

"O mais gozados de tudo isso é que vcs estão torcendo pra que a Rússia se arme contra o país de vcs."

A última vez que a Rússia atacou um país europeu foi em Agosto de 1914, por razões muito particulares.

A última vez que a NATO atacou um país europeu foi em 1999...

Não me parece que a Rússia se esteja a armar contra nós para nos atacar. Mas sem dúvida que se arma por nossa causa. Sempre foi assim, uma vez que o "Ocidente" sempre teve a mania do Drang Nach Östen.

Jest nas Wielu disse...

A última vez que a Rússia atacou um país europeu foi em Agosto de 2008, durante a guerra na Geórgia! Quando vocês vão estudar a base material?!!

Wandard disse...

"A última vez que a Rússia atacou um país europeu foi em Agosto de 2008, durante a guerra na Geórgia! Quando vocês vão estudar a base material?!!"

Jest,

Com todo o respeito quem atacou foi a Geórgia.

A base já foi estudada e a Geórgia foi considerada culpada:

Relatório da UE diz que Geórgia iniciou guerra

Críticas a Saakashvili
O documento é particularmente crítico ao presidente georgiano Mikhail Saakashvili, que enfrenta em seu país uma oposição crescente frente aos resultados desastrosos e trágicos do conflito.

"O bombardeamento da Tskhinvali (sede da divisão administrativa da Ossétia do Sul) pelo exército georgianos na noite de 7 a 8 de agosto de 2008 marcou o início do conflito armado em grande escala na Geórgia", ressaltaram os autores do estudo.

A equipe de investigação derruba assim a versão defendida pelo presidente Saakashvili, para quem a ofensiva foi um ato de legítima defensa.

"Nenhuma das explicações dadas pelas autoridades georgianas para justificar legalmente o ataque foram consideradas válidas", escreveu Heidi Tagliavini.

Questionado por swissinfo.ch, Victor Mauer, chefe do Centro de Estudos de Segurança na Escola Politécnica de Zurique, estima que um dos principais erros do presidente georgiano é de ter subestimado a capacidade de reação de Moscou e superestimado a implicação do Ocidente.

"Ele tentou envolver as nações ocidentais e, especialmente Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN). Mas sem o apoio da OTAN, a Geórgia não tinha nenhuma chance de ganhar o conflito", analisa Mauer.


Apenas um recorte de publicação de 2009.


Abs

Pippo disse...

Pelos visto parece que alguém estudou a "base material" (que se encontra aqui: http://www.ceiig.ch/Report.html), mas esse alguém, para não variar, não é o Jest!

Mais uma vez, perdeu uma bela oportunidade de manter as mãos nos bolsos...

Vronsky disse...

"Quando vocês vão estudar a base material?!!"

Depende, Jest... É para estudar uma base material isenta, imparcial ou pra estudar a tua base material???

base russófoba!!

A propósito ainda estás ilegal na Ucrânia ou ja teve a situação legalizada!