quarta-feira, março 14, 2012

Presidente Lukachenko não perdoa autores de atentado terrorista no metropolitano de Minsk

O Presidente da Bielorrússia, Alexandre Lukachenko, decidiu não perdoar Dmitri Konovalov e Vladislav Kovalov, condenados à morte por autoria de um atentado terrorista no metropolitano da capital bielorrussa.
“A decisão do Presidente é explicada pelo extremo perigo e gravidade das consequências para a sociedade dos crimes cometidos”, anunciou o canal televisivo Belarus-1.
O atentado terrorista no metropolitano de Minsk a 11 de abril de 2011 provocou 15 mortos e mais de 200 feridos.
Kovalov tinha apresentado um pedido de misericórdia ao Presidente da Bielorrússia, que tem o poder de comutar a pena de morte por prisão perpétua.
O outro terrorista, Konovalov, recusou-se a apresentar o pedido de misericórdia.

3 comentários:

Голос революции disse...

Só existe 3 tipos de penas para terroristas:

a) CADEIRA ELÉTRICA
b) INJEÇÃO LETAL
c) ENFORCAMENTO

Jest nas Wielu disse...

Mas nem sabemos se realmente eles foram culpados (um deles foi acusado de “não denúncia”, uma prática bem estalinista)

Jest nas Wielu disse...

Informação sobre os possíveis culpados na explosão em Minsk (com fotos):
http://www.ua-today.com/modules/myarticles/
article_storyid_47671.html