quinta-feira, junho 28, 2012

Jogo Portugal-Espanha prova que mundo é muito pequeno


Ontem, finalmente juntei-me a um grupo de amigos, alunos e alunas de língua portuguesa do Centro Cultural Português em Moscovo para ver o jogo entre Portugal-Espanha.
O grupo, reunido num bar com um nome que não consegui fixar, era constituído por três lusos, uma lusa, dois luso-russos, um etíope, uma montenegrina e quase duas dezenas de russos. E todos a torcer por Portugal. 
Afixámos um bandeira nacional na parede e toca a sofrer. Bem, eu não costumo sofrer muito ao ver jogos de futebol, mas, ontem, sofri. Sofri porque a nossa selecção não chegou à final, sofri durante todo o jogo, ou seja, até ao fim dos penaltis. 
De repente, vejo uma cara conhecida. Um português meu conhecido bebe cerveja no mesmo bar onde estávamos reunidos. Que diabo, mas este mundo é mesmo pequeno! Dois portugueses encontram-se num dos milhares de bares numa cidade onde se pensa que vivam cerca de 15 milhões de habitantes. 
E claro que esse foi um motivo de alegria! Deu para adocicar o sabor amargo da derrota. É a vida.

4 comentários:

Pippo disse...

Eheheh! Isso lembra-me quando encontrei em Istambul um portuense do qual me tinham falado aquando da minha estadia em Moscovo. O rapaz estivera a fazer catering em poços de petróleo na Sibéria, depois mudara-se para Baku e, claro, conheceu a bela da sua turca que o fez mudar de armas e bagagens para a bela Constantinopla, onde se tornou o dono de uma discoteca.

Gilberto Mucio disse...

Moscou tem dessas!

Não sei o que é isso, mas já aconteceram e acontecem coincidências bizarras, com certa frequência.

Roman disse...

O Mundo é realmente pequeno. Eu também estava no mesmo sport bar com o meu colega português. Tenho muita pena que Portugal não conseguiu passar, pois na minha opinião merecia.

Roman disse...

P.S. O nome do bar é «ЛИГА ПАП»