segunda-feira, outubro 01, 2012

Sondagens à boca dão vitória à oposição ao Presidente Saakachvili

Sondagens publicadas à boca das urnas dão a vitória ao bloco Sonho Georgiano nas eleições parlamentares que hoje se realizaram.

Segundo uma sondagem realizada pela companhia Edisson Research e difundida pelos canais de televisão da oposição, o bloco Sonho Georgiano, do multimilionário Didzina Ivanichvili, conquista 51 por cento dos votos, enquanto que o Movimento Nacional Unido, do Presidente Mikhail Saakachvili, consegue 41 por cento.

Mais nenhum partido consegue superar a barreira dos 5 por cento, que permite a eleição de deputados do Parlamento.

Outra sondagem à boca das urnas, realizada para a TV Maestro, dão uma vantagem ainda maior a favor do Sonho Georgiano: 63 por cento contra 27 por cento.

A campanha eleitoral ficou marcada por forte violência verbal e pela publicação de um vídeo que denunciava torturas de prisioneiros no maior centro penitenciário do país, tendo a oposição atirado as responsabilidades para cima de Saakachvili.
O Presidente demitiu imediatamente uma série de altos funcionários responsáveis pelo setor e mandou abrir um inquérito.

Militantes da oposição começaram a sair para as ruas de Tbilissi, capital do país, afim de aguardar resultados da contagem dos votos.

10 comentários:

PEDRO LOPES disse...


Cheira a esturro.
E é um cheiro intenso.

A Rússia cede um cavalo(Síria) em ganha um bispo(Geórgia).
É insano mas a coincidência é de analisar.
Há por ai rumores que a Rússia está a abandonar a base naval de Tartus.

Bem... esperemos, os próximos tempos parecem ser interessantes(Ou não)

Marshall Zhukov disse...

O regime de Mikheil Saakachvilli, fantoche do Pentagono, vai arder em chamas sob o fogo de mísseis ISKANDER!!!

Wandard disse...

O presidente georgiano, Mikhail Saakashvili, reconheceu a derrota dos seus aliados nas eleições para o Parlamento da Geórgia e anunciou que o seu partido vai para a oposição.
"Para mim, foram fundamentalmente inaceitáveis os pontos de vista da coalizão Sonho Georgiano. A diferença entre nós é profunda. Acreditamos que as suas opiniões são erradas. Mas a democracia funciona de forma que as decisões são tomadas pela maioria do povo georgiano, e nós respeitamos essa escolha", - disse Saakashvili.

A contagem dos votos ainda não foi encerrada, mas o bloco do bilionário Bidzina Ivanishvili Sonho Georgiano está na liderança.

Ele está ganhando 53,19% em votação por lista de partidos após a contagem de 25,17% dos votos.

Pippo disse...

O Miguelito já reconheceu a derrota. Veremos se novos dias se anunciam para a Geórgia.

PortugueseMan disse...

...A Rússia cede um cavalo(Síria) em ganha um bispo(Geórgia)...

A Rússia ganha é chatices com a saída de Saakashvili. Com Saakashvili a Rússia sabia que a Geórgia estava de pés e mãos atadas dada a asneira em que se meteu ao atacar as repúblicas, não haveria suporte a este indíviduo. Estava completamente queimado.

Agora com a entrada de novos políticos, os EUA podem actuar mais à vontade no país. Embora o problema de meter a NATO ali vai ser sempre problemática enquanto não estiver resolvido a questão das repúblicas/países.

Agora se este novo político, largar aquelas duas repúblicas, ou meter a referendo a questionar se as pessoas concordam em largar o território perdido e ir em frente...

Aqui teremos uma GRANDE dor de cabeça para a Rússia. A Geórgia passa a ter caminho livre para a entrada da NATO e neste caso a Rússia não terá margem de manobra para actuar. Os EUA terão acesso ao Cáspio com bases na zona.

Europeísmo disse...

Realmente eu tenho que reconhecer os méritos do Sr. Putin ele prometeu e cumpriu: aniquilou todas as revoluções liberais, soberanas e democráticas nos países da antiga URSS. Realmente a política externa russa é agressiva e imperialista, portanto não me venham aqui os russofilos de platão querer elogiar a Rússia pois o que ela faz nos países da antiga URSS é tão imperialistas quanto a Nato ou qualquer outro. Putin devastou a Chechecnia. A URSS está de volta, com cara nova mas está! Agora chama-se União Euroasiática. Mas tb não se animem muito porque muito do mérito da "Retomada" se deve ao fato dos EUA com Barck Obama ter renunciado qualquer tentativa de influencia ali. Os EUA e a UE se acorvadaram, bateram em retiradam, mal sabem as consequiencias ruins disso para o futuro de todo o continente.

PEDRO LOPES disse...

PM,
Eu nem conheço muito bem as orientações politicas deste novo dirigente na Geórgia.
Mas olha que se for realmente pró-Rússia é bom para esta.
Não esquecer que provavelmente muito do terrorismo islâmico do Cáucaso era apoiado ou facilitado pelo Shakashvilão. E pode inclusive juntar-se á União Aduaneira com a Bielorrússia e Cazaquistão.

PortugueseMan disse...

Mas olha que se for realmente pró-Rússia é bom para esta.

Duvido que um dirigente pró-Rússia consiga ganhar eleições ali...

Seja como for a política externa é para se manter pelo o que este dirigente vai dizendo,o que significa que vão procurar entrar na NATO...

Marcelo Łukaczewski disse...

Só espero que os próximos mandatários desse simpático e nanico país sejam mais afáveis à Mãe Rússia. Alequele derrotado do Mikheil Saakachvilli era um verdadeiro imbecil...

PEDRO LOPES disse...

"Seja como for a política externa é para se manter pelo o que este dirigente vai dizendo,o que significa que vão procurar entrar na NATO....

PM,
Eu já não ligo muito ao que "vão dizendo". Os políticos são mestres da aldrabice.
Achas que ele iria vir todo lampeiro a dizer que quer fazer um manguito á NATO e á EU?
Temos de esperar por medidas concretas.