sábado, janeiro 24, 2015

Neo-nazis brasileiros combatem ao lado de separatistas russos na Ucrânia


                                             Rafael Lusvarghi, o "cossaco" brasileiro



Neo-nazis brasileiros combatem no Leste da Ucrânia, mas de que lado? Aqui fica a minha investigação no Observador: 
http://observador.pt/opiniao/quem-combate-ao-lado-dos-separatistas-russos-na-ucrania/ 

9 comentários:

Anónimo disse...

que sorte...

tem aqui material https://www.youtube.com/watch?v=kiwIUsX63Hk&feature=youtu.be&t=2m32s para mais um artigo imparcial

Carlos Carapeto disse...

J M e a sua mestria de torturar a verdade.

Começamos por o fim. Alexandre Zakhartchenko afirmou hoje publicamente que não tem intenção de nos próximos dias atacar Mariupol.

Aqui http://www.anna-news.info/node/28045



J M se o informaram mal, pode corrigir a des´desinformação que prestou aos leitores.

JM quanto à " invasão" da Crimeia já lhe fiz a pergunta no seu Blogue.

Qual foi a reação dos cerca de 19 0000 militares Ucranianos que se encontravam colocados na peninsula (marinha, artrilharia, forças de elite, etc, etc...) .

Fizeram aquilo que o JM se recusa informar os seus leitores. Entregaram-se sem resistência e cerca de 1/3 passaram-se para o lado dos "homenzinhos verdes) . Não foi caro José Milhazes?

Sendo como o José Milhazes escreve o Brasileiro fez o percurso inverso do seu.


Carlos Carapeto

Mas para O José Milhazes serei sempre o Cin Naroda. Lembra-se de mim no seu blogue?

José Milhazes disse...

Carlos Carapeto, já que pensa ter a verdade na barriga, deixo-lhe aqui as declarações de Zakhartchenko publicadas pela agência russa RIA Novosti, um dos pincipais meios de propaganda do Kremlin: http://ria.ru/world/20150124/1044101118.html

ANTI-COWBOY disse...

Essa dos neo-nazis brasileiros dá-me vontade de rir JM. Mas foram com bandeiras e tudo ou, antes, a dançar o samba? Calculo que deva estar um batalhão deles na Ucrânia. Isto é no mínimo ridículo.
Um assunto mais interessante - Obama foi presenteado na Índia com um desfile militar e peras. Ví tanques T-90 e Mig-29 nos ares, tudo misturado com o mascar do costumado chiclete, mas que foi tirado da boca quando passaram os Mig. É que deve ter tido uma má disposição momentânea. Que belo sentido de humor de Modi. Obama bem se esforça por reverter a situação que tem criado,1º na visita à China,agora nesta visita à Índia. Esforce-se Obama que bem precisa para não ficar a vê-las passar. Mas já vai muito tarde. Mas vá lá,conseguiu,parece, resolver o problema dos seguros à segurança das usinas nucleares.Lá fizeram um negociozito que andava amarrado. A Índia ,segundo os peritos, pelos anos 2018 igualará a China no PIB.Obama ponha-se fino e acabe com as cowboyadas com a mania que vai comandar o Mundo.Não vai comandar nada. Atenção que eu não tenho nada contra os "rapazes das vacas",eles são precisos e são boa gente. Agora "cowboyadas" principalmente as dos presidentes dos EUA,essas vivo bem sem elas e julgo que todos nós. Quando eles querem meter ordem em qualquer lado sai asneira que os exemplos têm demonstrado de forma prolixa e abundante.Não confronte mas coopere Sr. Obama,coopere.

João Burgo disse...

Deixo-lhe aqui um video de um brasileiro a convocar os comunistas brasileiros para irem lutar na Ucrânia:
http://youtu.be/ULF2DSVWu0s

Anónimo disse...

viva! Nao foi invasao da Crimeia. Peia antes historia.

Hugo Albuquerque disse...

Caro Sr. Milhazes,

Rafael Lusvarghi foi um dos presos em uma manifestação de apoio à greve dos metroviários de São Paulo, no ano passado: na ocasião, ele entrou em confronto com policiais, mas terminou acusado falsamente, junto a outro manifestante, este pacífico, de portar bombas. Eis que para complicar a história, sobreveio uma decisão judicial na qual o juiz, antes da perícia averiguar as tais a existência das "bombas", determinou suas prisões provisórias, pois eles seriam "da esquerda caviar" -- uma acusação de cunho político e ainda absolutamente ridícula em se tratando do histórico político de Lusvarghi.

Eis que depois de muita pressão, e até de editoriais contrários à decisão por parte até de jornais conservadores como a Folha de São Paulo, Lusvarghi foi solto e reapareceu, tão logo, na Ucrânia combatendo por Putin! Certamente, é um caso de transtorno mental agudíssimo, extremamente perigoso, que o faz agir assim.

Sua página no Facebook, contudo, ajuda a entender a guerra "direto do front", pelo menos no que diz respeito às forças (novo)russas, que são uma mistura de muita coisa, inclusive de neonazistas de toda ordem.

abraços

Anónimo disse...

Não se trata de un nazista, mas de um comunista. Não sabes a diferença????????

Anónimo disse...

Não se trata de un nazista, mas de um comunista. Não sabes a diferença????????